top of page
Buscar
  • Foto do escritorJornal Poiésis

No fim...




Charles Soares*


Quando chegar ao fim a sentença

Interrompendo o compasso

Não exponha em ritos nos restos,

Pois eles não dizem o que sou.

Dispense o choro, as flores...

Despreze os despojos sem vida,

Celebre comigo a partida

As dores, os risos e amores

Traga-me apenas a saudade

Das marcas que fiz no caminho,

Talvez, pense em mim com carinho

Não deixe a tristeza chegar...

Levo a lembrança de uns poucos

E peço o perdão de outros tantos

Que não me esforcei para amar.


*Charles Soares é formado em Letras e Jornalismo, membro do Conselho Editorial do Jornal Poiésis.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page